Vestir as Paredes

Ao montarmos um novo ambiente, seja em casa ou no espaço de trabalho, são muitas as possibilidades de mobiliário, de luminárias, de cortinas e de objetos. Já as paredes acabam muitas vezes esquecidas, somente recebendo uma cor com pintura, alguns quadros e, quando nem tão esquecidas assim, um papel de parede. Porém, as mostras de decoração do país tem mostrado nos últimos anos uma grande gama de opções para vestirmos as paredes com painéis, revestimentos cerâmicos, de madeira, tecidos e os tradicionais papéis de parede que também tem sido reinventados para não perder espaço neste bolo.
A indústria da construção tem mostrado um alto poder de inovação na área de revestimentos. Tanto que a Expo Revestir, a Feira Internacional de Revestimentos, que acontece anualmente em São Paulo desde o ano 2000 tem demonstrado crescimento no número de expositores, visitantes, lançamentos e visibilidade. A própria organização do evento o denomina como a semana de moda para a arquitetura. Não é por menos, são muitas as novidades lançadas e nós, arquitetos, obtemos cada vez mais subsídios para tornarmos os projetos interessantes e diferenciados.

 

Os painéis em mdf, tradicionais na marcenaria sob medida, ganham outra importância quando projetados para revestir as paredes. Conferem muito charme aos projetos. Com diversas opções de cores, tons de madeira e de texturas, eles agradam a todos os gostos e trazem requinte aos ambientes. A madeira é tão versátil que foi descoberta como matéria prima para mosaicos. As peças são vendidas prontas para serem aplicadas com cola especial sobre as paredes e os revestimentos de concreto ganharam formatos e texturas que possibilitam o emprego do material em ambientes sociais como salas residenciais e escritórios. As peças chamadas de 3D, uma referência à tridimensionalidade do produto, são valorizadas quando a iluminação é focada sobre elas que mostra a riqueza de detalhes. Ao instalar essas peças na parede de uma sala, o ambiente ganha personalidade e por si só já veste o ambiente literalmente, sem precisar de grandes artifícios para torná-lo interessante.

 

Outra opção muito bacana é o toque rústico chic do revestimento que reproduz com fidelidade a beleza do tijolo inglês. O resultado pode ser facilmente obtido no seu ambiente com o material que possui espessura de pouco mais de um centímetro e pode revestir qualquer parede sem ocasionar perda de espaço nem peso excessivo para a estrutura. Com esse revestimento, o projeto ganha uma estética muito interessante com o ar aconchegante do material.
Os materiais naturais também são objeto de inovação. Uma demonstração disso são os mosaicos de mármore em telas. Existem modelos rústicos, com a pedra cortada em pequenos pedaços sem polimento, apresentando um relevo com aspecto natural da fissura no material e modelos bem ortogonais com todas as peças polidas. São revestimentos sofisticados que caem muito bem nos ambientes sociais. Quando o revestimento é poroso, ele não é indicado para áreas molhadas.

Como podemos ver, as opções são muitas para diferenciar o projeto através do uso desses materiais ainda não muito convencionais. Elas são muito válidas, pois os ambientes que tem as suas paredes vestidas por esses materiais transmitem uma sensação de elegância e bem estar com a atmosfera aconchegante que é criada.

Compartilhe!

Contato

051 99658 6888

vanessa@vanessacravo.com.br
Atendimento em Porto Alegre e Torres com hora marcada